A mão do diabo

galaxia20[fc4]

Autor: Peter Kapra (Pedro Guirao-Hernández)

Original: La mano del diablo – 1965

Editora: Agência Portuguesa de Revistas

Colecção: Galáxia 2001

Número: 20

Comentário: Um homem bom em fuga através do tempo e do espaço. O seu perseguidor é um enviado do diabo, maneta, que lhe quer roubar uma mão.

Aparece «Mister» Adonis

galaxia45[fc4]

Autor: Frank McFair (Francisco Cortés Rubio)

Original: Aparece Mister Adonis – 1978

Editora: Agência Portuguesa de Revistas

Colecção: Galáxia 2001

Número: 45

Comentário: Um jornalista desempregado e em apuros faz um acordo com o Diabo (Mister Adonis). E depressa se vê numa situação “diabólica”.

Alguma coisa entre nós…

Autor: Curtis Garland (Juan Gallardo Muñoz)

Original: “Algo” entre nosotros – 1970

Editora: Agência Portuguesa de Revistas

Colecção: Galáxia 2001

Número: 6

Comentário: Alguma coisa está a modificar humanos, animais e plantas.

Uma (má) homenagem espanhola à “Aldeia dos malditos”.

Regiana Magna

Organização: Marcelina Gama Leandro / Álvaro de Sousa Holstein

Prefácio: Ernesto Rodrigues

Contos:

  • Equinócio Setembrino na Boca do Inferno – Luís Corujo
  • Prodigium qui est in mare – Ricardo Dias
  • Encontro na cidade – Álvaro de Sousa Holstein
  • Umas férias incomuns – Marcelina Gama Leandro
  • Longe do mar – José Manuel Morais
  • Um facho a arder na noite escura – Jorge Palinhos
  • A escrivaninha – João Ventura

Comentário: José Régio é o protagonista em sete incursões na área do fantástico.

O jardim diabólico

Original: Nightmare garden – 1976

Editora: Portugal Press

Contos:

  • Vem para a minha cave (Come into my cellar) – Ray Bradbury
  • Os braços gigantescos das árvores (The fangs of the trees) – Robert Silverberg
  • Reserva de sementes (Seed stock) – Frank Herber
  • A vinha (The vine) – Kit Reed
  • A flor sanguínea (The blood-flower) – Seabury Quinn
  • A estranha colheita (Strange harvest) – Donald Wandrei
  • Entra no meu jardim (Step into my garden) – Frank Belknap Long
  • A floração da estranha orquídea (The flowering of the strange orchid) – H. G. Wells
  • A filha de Rappaccini (Rappaccini’s daughter) – Nathaniel Hawthorne

Comentário: Contos bastante assustadores, sempre incluindo plantas com características e poderes não naturais.
Nível geral bastante razoável.

Obs: O conto “A floração da estranha orquídea” aparece no livro como sendo de R. G. Macready e não de Wells. Curiosamente, o conto de R. G. Macready “The plant thing”, existente na edição original, perdeu-se na tradução.

Antologia do horror

Edição: Boris Karloff

Original: The Boris Karloff horror anthology – 1965

Editora: Círculo de Leitores

Contos:

  • O décimo terceiro andar (The thirteenth floor) – Frank Gruber
  • A filha dos ventos (Child of the winds) – Edmond Hamilton
  • O barril de Amontilado (The cask of Amontillado) – Edgar Allan Poe
  • Aquele que abriu o sepulcro (The opener of the crypt) – John Jakes
  • A coisa que andava no vento (The thing that walked on the wind) – August Derleth
  • O rei de copas (The scarlet king) – Evan Hunter
  • O homem que lia as campas (The graveyard reader) – Theodore Sturgeon
  • O verme mental (The mindworm) – C. M. Kornbluth
  • O regresso do túmulo (Back from the grave) – Robert Silverberg
  • O homem do Sul (Man from the South) – Roald Dahl
  • Aquele que abre o caminho (The opener of the way) – Robert Bloch
  • A aparição das trevas (The haunter of the dark) – H. P. Lovecraft

Comentário: Nem todos os contos são de terror, mas é uma antologia capaz de agradar bastante aos apreciadores do género.
Tem a particularidade de incluir vários nomes de top da ficção científica.

No mundo do terror

mundoterror [fc]
Edição: Kurt Singer

Original: Weird Tales of the Supernatural – 1966

Editora: Panorama

Colecção: Antologia

Número: 4

Contos:

  • Sete segundos de eternidade (Seven seconds of eternity) – Robert H. Leitfred
  • O mistério do tio Alfred (The mystery of uncle Alfred) – Mindret Lord
  • O ritmo dos ratos (The rhythm of the rats) – Eric Frank Russell
  • O vampiro de Bradley (The Bradley vampire) – Roger M. Thomas
  • O riso do vampiro (The grinning ghoul) – Robert Bloch
  • E dá-nos o dia de ontem (And give us yesterday) – Seabury Quinn
  • O triunfo de Potts (Potts’ triumph) – August Derleth
  • Duas faces (Two face) – Frank Belknap Long
  • A vingança dos irmãos verdes (Green brothers take over) – Maria Moravsky
  • O espelho (The mirror) – Mildred Johnson
  • A vingança de Nitocris (The vengeance of Nitocris) – Tennessee Williams
  • A vida após a morte de Thaddeus Warde (The life-after-death of Mr. Thaddeus Warde) – Robert B. Johnson
  • O guarda-pó (The Antimacassar) – Greye La Spina
  • O vale dos duendes (The valley of the undead) – Helen Weinbaum
  • O vale dos deuses (The valley of the gods) – Edmond Hamilton
  • Manequins do horror (Mannikins of horror) – Robert Bloch
  • Ritos legais (Legal rites) – Isaac Asimov e James MacCreagh

Obs: A edição portuguesa não inclui os contos “The keeper of the key” de August Derleth e “Twilight of the Gods” de Edmond Hamilton.

Noite de luz

pn19 [fc]
Autor: Philip José Farmer

Original: Night of light – 1966

Série: Father Carmody

Editora: Panorama

Colecção: Antecipação

Número: 19

Comentário: Teologia, terror e espionagem numa história agradável de ler mas onde poucas coisas fazem sentido.

Obs: A lombada tem uma gralha no nome do autor.

A sombra do campanário

pn68 [fc]
Autores: Robert Bloch & Ray Bradbury

Original: Bloch and Bradbury – 1969

Editora: Panorama

Colecção: Antecipação

Número: 68

Contos:

  • A sombra do campanário (The shadow from the steeple) – Robert Bloch
  • Os vigilantes (The watchers) – Ray Bradbury
  • O vampiro sorridente (The grinning ghoul) – Robert Bloch
  • Os manequins do terror (Mannikins of horror) – Robert Bloch
  • Sonho Febril (Fever dream) – Ray Bradbury
  • A maldição druidica (The druidic doom) – Robert Bloch
  • O morto (The dead man) – Ray Bradbury
  • Uma questão de etiqueta (A question of etiquette) – Robert Bloch
  • O agente funerário (The handler) – Ray Bradbury
  • A fera humana (The man who cried “Wolf!”) – Robert Bloch

Comentário: Histórias de terror, por dois autores consagrados. Não aprecio o género.