Arte futura

Selecção e Introdução: Leonardo Fróes

Original: Arte futura – 1971?

Contos:

  • Psiclopes (Psyclops) – Brian Aldiss
  • A máquina Da Vinci (The Da Vinci machine) – Earl Conrad
  • Teste de segurança (Security check) – Arthur C. Clarke
  • Vamos, fique logo louco (Come and go mad) – Fredric Brown
  • Fonógrafo portátil (The portable phonograph) – Walter van Tilburg Clark
  • Gentis abutres (The gentle vultures) – Isaac Asimov

Comentário: Dois clássicos (Clarke e Asimov), uma intrigante história sobre as fronteiras da loucura (Brown), duas agradáveis surpresas (Conrad e Clark) e um texto completamente intragável (Aldiss).

Obs: O texto de Brown está incluído em “O espaço será pequeno”, número 68 da colecção Argonauta.

Anúncios

Poção de Marte

Prefácio: Os voos da imaginação – Valentin Tchelnokov

Contos:

  • Poção de Marte – Kir Bulitchev (Kir Bulychov)
  • Inspiração – Victor Kolupaev
  • Afinador de pianos – Victor Kolupaev
  • Planeta que nada tem para dar – Olga Larionova

Obs: Não achei útil colocar aqui os títulos originais em russo

Labirintos do amanhã

Introdução: Nelson Nicolai

Organização e Selecção: Nelson Nicolai

Original: Labirintos do amanhã – 1964

Editora: Mitos

Colecção: Infinitos

Número: 1

Contos:

  • Loteria em Babilónia (La lotería en Babilonia) – Jorge Luis Borges
  • Dons do amanhã (Tomorrow’s gift) – Edmund Cooper
  • Custo de vida (Cost of living ) – Robert Sheckley
  • A miniatura (The miniature) – John D. MacDonald
  • Dia sem data (Year day) – Henry Kuttner
  • Sessão pública de ódio (The public hating ) – Steve Allen
  • Qual é seu sintoma? (Name your symptom ) – Jim Harmon
  • O homem imoral (The crooked man ) – Charles Beaumont
  • O atestado (The certificate) – Avram Davidson
  • Circuito da compaixão (Compassion circuit ) – John Wyndham
  • Diálogo com um lemingue (Interview with a lemming ) – James Thurber
  • Lemingues (Lemmings) – Richard Matheson
  • O navio fantasma (Flying Dutchman) – Ward Moore
  • Pergunta sem cabeça (The mute question ) – Forrest J. Ackerman

Comentário: Visões sombrias do futuro na forma de contos curtos.
Qualidade bem acima da média.

Antologia do horror

Edição: Boris Karloff

Original: The Boris Karloff horror anthology – 1965

Editora: Círculo de Leitores

Contos:

  • O décimo terceiro andar (The thirteenth floor) – Frank Gruber
  • A filha dos ventos (Child of the winds) – Edmond Hamilton
  • O barril de Amontilado (The cask of Amontillado) – Edgar Allan Poe
  • Aquele que abriu o sepulcro (The opener of the crypt) – John Jakes
  • A coisa que andava no vento (The thing that walked on the wind) – August Derleth
  • O rei de copas (The scarlet king) – Evan Hunter
  • O homem que lia as campas (The graveyard reader) – Theodore Sturgeon
  • O verme mental (The mindworm) – C. M. Kornbluth
  • O regresso do túmulo (Back from the grave) – Robert Silverberg
  • O homem do Sul (Man from the South) – Roald Dahl
  • Aquele que abre o caminho (The opener of the way) – Robert Bloch
  • A aparição das trevas (The haunter of the dark) – H. P. Lovecraft

Comentário: Nem todos os contos são de terror, mas é uma antologia capaz de agradar bastante aos apreciadores do género.
Tem a particularidade de incluir vários nomes de top da ficção científica.

O melhor da ficção científica do século XIX

Organização: Isaac Asimov / Charles G. Waugh / Martin H. Greenberg

Original: The best science fiction of the 19th century – 1981

Editora: Melhoramentos

Contos:

  • O homem de areia (The sandman) – E. T. A. Hoffmann
  • O mortal imortal (The mortal immortal) – Mary Shelley
  • Descida ao Maelstrom (A descent into the Maelstrom) – Edgar Allan Poe
  • A filha de Rappaccini (Rappaccini’s daughter) – Nathaniel Hawthorne
  • O relógio que andava para trás (The clock that went backwards) – Edward Page Mitchell
  • De encontro ao Sol (Into the Sun) – Robert Duncan Milne
  • Uma história de gravidade negativa (A tale of negative gravity) – Frank R. Stockton
  • Horla (The Horla, or modern ghosts) – Guy de Maupassant
  • As formas (The shapes) – J. H. Rosny aîné
  • A quem isto possa chegar (To whom this may come) – Edward Bellamy
  • A grande experiência de Keinplatz (The great Keinplatz experiment) – Arthur Conan Doyle
  • No abismo (In the abyss) – H. G. Wells
  • A catástrofe do Vale do Tamisa (The Thames Valley catastrophe) – Grant Allen
  • O lagarto (The lizard) – C. J. Cutcliffe Hyne
  • Mil mortes (A thousand deaths) – Jack London

Comentário: Uma excelente colectânea de histórias onde, à excepção da exploração espacial, estão representados todos os grandes temas da FC acual.
Muito naturalmente, uma boa parte das histórias tende mais para o fantástico do que para a FC.
Gostaria de destacar “As formas”, um relato extremamente realista de um primeiro contacto com extraterrestres e a enorme qualidade dos contos dos autores hoje quase esquecidos.

Maravilhas da ficção científica

Introdução: Mário da Silva Brito

Organização: Fernando Correia da Silva

Selecção: Wilma Pupo Nogueira Brito

Original: Maravilhas da ficção científica – 1958

Editora: Cultrix

Colecção: Maravilhas do conto universal

Número: 1

Contos:

  • A primeira hora na Lua (do correspondente radiofónico da revista soviética Znania Cila)
  • Encontro noturno (Night meeting) – Ray Bradbury
  • O jóquei do espaço (Space jockey) – Robert A. Heinlein
  • Filogenia às avessas (Reverse phylogeny) – Amélia R. Long
  • Arena (Arena) – Fredric Brown
  • Bucólica (Process) – A. E. Van Vogt
  • O homem que Vénus vai condenar (Star light, star bright ) – Alfred Bester
  • Ninguém viu a nave (Nobody saw the ship) – Murray Leinster
  • Caminho de fuga (Way of escape) – William F. Temple
  • Náufrago (Castaway) – A. Bertram Chandler
  • Dominós (Dominoes) – C. M. Kornbluth
  • A estrela (The star) – H.G. Wells
  • O pequeno robot perdido (Little lost robot) – Isaac Asimov
  • O grande salto (The drop) – John Christopher
  • As respostas (… and the truth shall make you free ) – Clifford D. Simak

Comentário: Título inteiramente apropriado. São mesmo 15 maravilhas.

Ficção científica para quem não gosta de ficção científica

Compilação: Terry Carr

Original: Science Fiction for people who hate Science Fiction – 1966

Editora: O Cruzeiro

Colecção: Galáxia 2000

Número: 1

Contos:

  • A estrela (The star) – Arthur C. Clarke
  • O reboar do trovão (A sound of thunder) – Ray Bradbury
  • O ano do cataclismo (The year of the jackpot) – Robert A. Heinlein
  • O homem e a linguagem (The man with English) – H. L. Gold
  • Escondendo-se (In hiding) – Wilmar H. Shiras
  • … e a porta fechou-se lentamente (Not with a bang) – Damon Knight
  • O amor o chamava (Love called this thing) – Avram Davidson / Laura Goforth
  • A arma (The weapon) – Fredric Brown
  • Como é aquilo por lá? (What’s it like out there?) – Edmond Hamilton

Comentário: Uma excelente propaganda do género. Inclui alguns dos melhores contos dos melhores autores intercalados com bons contos de autores menos conhecidos.

Obs: A editora Panorama previa publicar esta obra em Portugal

Histórias de dez mundos

Autor: Arthur C. Clarke

Original: Tales of ten worlds – 1962

Editora: Nova Fronteira

Contos:

  • Recordo-me da Babilónia (I remember Babylon)
  • Verão em Ícaro (Summertime on Icarus)
  • Fora do berço, em órbita para sempre… (Out of the cradle, endlessly orbiting …)
  • Quem está aí? (Who’s there?)
  • Ódio (Hate)
  • No interior do cometa (Into the comet)
  • Uma doméstica diferente (An ape about the house)
  • O nascer de Saturno (Saturn rising)
  • Um clarão na noite (Let there be light)
  • A morte e o senador (Death and the senator)
  • A corrida do tempo (Trouble with time)
  • Antes de Éden (Before Eden)
  • Um ligeiro caso de insolação (A slight case of sunstroke)
  • Meu cão protector (Dog star)
  • A estrada para o mar (The road to the sea)

Comentário: Contos sobre a aventura espacial com a qualidade habitual em Clarke.

Obs: Se a memória não me falha, “No interior do cometa” foi a primeira história de FC que li. Uma grande sorte…

Exploradores do espaço

Organização: Robert Silverberg

Original: Explorers of space – 1975

Editora: Símbolo

Contos:

  • Grupo de exploração (Exploration team) – Murray Leinster
  • Invasão (Beachhead) – Clifford D. Simak
  • Kyrie (Kyrie) – Poul Anderson
  • Júpiter Cinco (Jupiter Five) – Arthur C. Clarke
  • Expedição de colecta (Collecting team) – Robert Silverberg
  • Cada qual um explorador (Each an explorer) – Isaac Asimov
  • Mais vastos que impérios e mais lento (Vaster than empires and more slow) – Ursula K. Le Guin
  • Que tal lá fora? (What’s it like out there?) – Edmond Hamilton

Comentário: Algumas das melhores histórias sobre a exploração de mundos (planetas) estranhos.
Apenas os contos de Anderson e Guin ficam abaixo da nota máxima.

Coma e emagreça com ficção científica

Organização: Isaac Asimov / George R. R. Martin / Martin H. Greenberg

Original: The science fiction weight-loss book – 1983

Editora: Marco Zero

Contos:

  • A vingança de Sylvester (Sylvester’s revenge) – Vance Aandahl
  • Fazenda de gordos (Fat farm) – Orson Scott Card
  • A esticada (The stretch) – Sam Merwin, Jr.
  • Camelos e dromedários, Clem (Camels and dromedaries, Clem) – R. A. Lafferty
  • O campeão (The champ) – T. Coraghessan Boyle
  • A verdade sobre Pyecraft (The truth about Pyecraft) – H. G. Wells
  • O chanceler de ferro (The iron chancellor) – Robert Silverberg
  • O homem que comeu o mundo (The man who ate the world) – Frederik Pohl
  • Gregory da Gladys (Gladys’s Gregory) – John Anthony West
  • O despachante (Shipping clerk) – William Morrison
  • O monstro do leite maltado (The malted milk monster) – William Tenn
  • Estação Abercrombie (Abercrombie Station) – Jack Vance
  • A fazenda alimentar (The food farm) – Kit Reed
  • O artista da fome (The artist of hunger) – Scott Russell Sanders
  • Ex-viciados, Lda. (Quitters, Inc) – Stephen King

Comentário: Contos com o excesso de peso como tema principal.
Uma óptima mistura de humor e fantástico.