Pelos caminhos do espaço

Autor: F. Richard-Bessière

Original: Le chemin des étoiles – 1965

Editora: Tridente

Colecção: Ficção Científica

Número: 4

Comentário: Quatro humanos e um cão numa aventura através do sistema solar. Raças estranhas, por vezes hostis, aparecem por todo o lado.

Muito mau.

A Legião do Espaço

Autor: Jack Williamson

Original: The Legion of Space – 1947

Série: Legion of Space

Editora: Francisco Alves

Colecção: Mundos da ficção científica

Número: 17

Comentário: Um recém-formado cadete da Legião do Espaço tem como primeira missão proteger uma jovem muito especial. Ela é a única a conhecer um segredo vital para a sobrevivência da humanidade.

Aventura em doses “astronómicas” com façanhas impossíveis a cada página. A história parece saída de um desenho animado infantil com um enredo muito mauzinho. E da ciência incluída nem é bom falar…

A estrela-de-batalha

Autor: Glen A. Larson / Robert Thurston

Original: Battlestar Galactica – 1978

Série: Batalha no espaço / Battlestar Galactica

Editora: Europa-América

Colecção: Livros de bolso – Ficção científica

Número: 1

Comentário: Num ataque traiçoeiro, as doze colónias humanas foram dizimadas pelos cylons. Os sobreviventes reúnem-se em volta da Galactica procurando recuperar forças e fugir em busca da mítica Terra, o suposto berço da humanidade.
Novelização do argumento para TV, com uma qualidade acima do esperado.

A união dos universos

Autor: Francis Carsac

Original: Ceux de nulle part – 1954

Série: Ligue des mondes humains

Editora: Europa-América

Colecção: Escalas do Futuro

Número: 2

Comentário: Um médico encontra um disco voador acidentado, ajuda a salvar os seus ocupantes (de cor esverdeada!) e é convidado a acompanhá-los no regresso ao seu planeta.
O enredo não é muito original, mas a narrativa é bastante fluente.
Para ser mais realista, os extraterrestres não deveriam ser tão parecidos connosco. Os costumes e os preconceitos são nitidamente humanos e as diferenças físicas são de pormenor.
Também não seria expectável que um terrestre tivesse um papel tão importante na resolução de problemas que há muito tempo afligiam civilizações muito mais avançadas.

Zorgan, império cósmico

bru04[fc8]
Autor: John Rackham

Original: The double invaders – 1967

Editora: Bruguera

Colecção: Ficção Científica

Número: 4

Comentário: A frota de Zorgan prepara-se para conquistar Scarta, um planeta pouco avançado, desarmado e escassamente povoado.
Parecia ser um passeio, mas os locais têm alguns trunfos na manga.
Leitura muito agradável. História cheia de surpresas, alternando entre o trágico e o cómico.

Vírus letal

bru28fc8

Autor: Barrington J. Bayley

Original: The star virus – 1970

Editora: Bruguera

Colecção: Ficção Científica

Número: 28

Comentário: Rodrone é um pirata do espaço. Ao roubar um estranho artefacto pertence a uma raça inimiga vai ficar em sérios apuros.
Livro muito bom. Além da animação da história, levanta algumas questões bastante interessantes sobre a humanidade.

Obs: O vírus do título é metafórico.

A raposa do espaço

pn18 [fc]
Autor: Poul Anderson

Original: The star fox – 1965

Série: Gunnar Heim

Editora: Panorama

Colecção: Antecipação

Número: 18

Comentário: Um planeta com meio milhão de humanos é ocupado por outra raça. Será que ainda podem ser salvos?
Perante a apatia das autoridades e o falhanço da diplomacia, uma expedição particular vai tentar o impossível.
Muita intriga e aventura permitem momentos bem passados.

O mundo de Satanás

pn52 [fc]
Autor: Poul Anderson

Original: Satan’s world – 1968

Série: Technic history – Nicholas Van Rijn / David Falkayn

Editora: Panorama

Colecção: Antecipação

Número: 52

Comentário: Ao investigar uma misteriosa empresa de venda de informações, Falkayn toma conhecimento da existência de um planeta errante potencialmente riquíssimo. Mas não vai ser o único interessado…
Alguma aventura e mistério, mas nada de especial.

O cerco da Terra

pn67 [fc]
Autor: John Faucette

Original: Siege of Earth – 1971

Editora: Panorama

Colecção: Antecipação

Número: 67

Comentário: Bombardeamentos à Terra e batalhas de naves do princípio ao fim do livro. Autor sem conhecimentos científicos ao nível mais básico e, pior ainda, sem imaginação. Uma perda de tempo.