Atentado cósmico

atentado cosmico

Autor: Jean-Gaston Vandel

Original: Attentat cosmique – 1953

Editora: Editorial Organizações, Lda

Colecção: Antecipação

Número: 2

Comentário:
Os habitantes do gélido décimo planeta pretendem ocupar a Terra. Mas antes, precisam de eliminar os humanos.
Uma história emocionante, ao nível das melhores da época.

A rebelião das máquinas

bru03[fc8]
Autor: John E. Mueller (R. L. Fanthorpe)

Original: Infinity machine – 1962

Comentário: Em Vénus, num futuro distante, os débeis humanos vivem confinados a um pequeno compartimento e completamente dependentes das máquinas. Quando morre o último engenheiro e as máquinas ameaçam falhar…

Razoável como literatura juvenil de aventuras, parece FC dos anos 20. Cientificamente, o autor ainda está a meio do século XIX.

Obs: Título enganador. As máquinas são amigáveis.

 

 

Plano sete

arg075[fc8]
Autor: Mordecai Roshwald

Original: Level seven – 1959

Comentário: Perante a possibilidade de uma guerra nuclear, quinhentas pessoas são colocadas contra a sua vontade num abrigo subterrâneo. E para sempre. Têm a missão de carregar nos botões que asseguram a destruição completa do inimigo e podem ser a última reserva populacional da humanidade.

Apesar de ter alguns pormenores incompreensíveis, é um livro muito bom.

 

Missão Vénus

pn22 [fc]
Autor: Hugh Walters

Original: Expedition Venus – 1962

Série: Chris Godfrey of U.N.E.X.A.

Comentário: Um fungo venusiano ameaça eliminar a vida na Terra. Uma expedição a Vénus é a derradeira esperança da humanidade.

Situações desesperadas em série, sempre resolvidas no último instante.

 

O ano do dilúvio

ano diluvio [fc]
Autora: Margaret Atwood

Original: The year of the flood – 2009

Série: Órix e Crex

Editora: Bertrand

Comentário: Uma praga varre a humanidade. Duas sobreviventes contam-nos o antes e o depois do “dilúvio seco”.
Num mundo governado por corporações sem escrúpulos, a história centra-se num grupo religioso, os “Jardineiros”, uma espécie de católicos verdes New Age.
É um mundo a meio caminho entre o actual e os nossos piores pesadelos.
Mais uma grande obra da autora de Crónica de uma serva.

Obs: livro escrito em português adulterado

A ameaça cósmica

ameaca cosm [fc]
Autor: Luís de Mesquita

Prefácio: Hugo Rocha

Editora: Sampedro

Colecção: Satélite

Número: 1 (único?)

Comentário: Escrita pouco depois do nascimento de Bruce Willis, esta obra é a versão portuguesa de Armageddon (ou de Impacto profundo). E até tem um herói português e tudo…
É a melhor obra de FC portuguesa que já li.
Em muitos aspectos está ao nível dos grandes clássicos do género mas alguns erros científicos graves retiram-lhe valor.
Alguma desvalorização do conhecimento científico e a propaganda descarada aos valores do regime eram perfeitamente dispensáveis.

Obs: Prevê para 1967 a chegada do primeiro homem à Lua (por coincidência chama-se Collins) e a existência de uma estação espacial (Roda).

Asas na noite

pn44 [fc]
Autor: Robert Silverberg

Original: Nightwings – 1969 [Nightwings (1968) + Perris Way (1968) + To Jorslem (1969)]

Comentário: Soberba descrição de uma sociedade pós-apocalíptica. O final é um tanto “New Age”.

Obs: Prémio Hugo

Onde os últimos pássaros cantaram

ondepassaros [fc]

Autora: Kate Wilhelm

Original: Where late the sweet birds sang – 1976

Editora: Gailivro

Colecção: 1001 Mundos

Comentário: Poluição, alterações climáticas, pragas, guerras e radioactividade deixam a humanidade reduzida a um pequeno grupo isolado e estéril. Recorrem à clonagem para evitar a extinção.
Alguns pontos de semelhança com “A última fome” e “A aldeia dos malditos”.
Um livro fabuloso.