Os vespões de ouro

galaxia10[fc4]

Autor: Peter Randa

Original: Les frelons d’or – 1960

Editora: Rio Gráfica

Colecção: Galáxia

Número: 10

Comentário: Um terrestre, uma saturniana e um venusiano aterram num planeta onde encontram vespões muito agressivos, humanos tipo zombies e cidades abandonadas.

O mistério em torno do planeta desperta curiosidade. No entanto, a história tem muitas falhas e nunca se sente que aquilo poderia acontecer.

Além das nebulosas

Autor: Fred Saberhagen

Original: The golden people – 1964

Editora: Bruguera

Colecção: Urânia

Número: 17

Comentário: A tentativa de exploração de um planeta cuja superfície está maioritariamente coberta por um campo de forças que impede o funcionamento da maquinaria humana.
Início bastante promissor, estragado com o aparecimento de humanos com poderes sobrenaturais.

O dia em que o tempo parou

Autor: Brian Stableford

Original: Day of wrath – 1971

Série: Dies irae

Editora: Bruguera

Colecção: Ficção Científica

Número: 43

Comentário: A ordem e o caos em luta pelo domínio do universo. Robots, viagens no tempo, engenharia genética e muito mais.
Completamente intragável. Ainda pior que novela mexicana.

O terror vem do espaço

ura25[fc8]
Autor: John Brunner

Original: The rites of Ohe – 1963

Editora: Bruguera

Colecção: Urânia

Número: 25

Comentário:
Um imortal investiga o desaparecimento de um historiador psicossocial. Estará este caso relacionado com o alastrar de um culto suicida?
Um romance policial situado num futuro com várias espécies humanas espalhadas pela galáxia.
Leitura agradável, mas com algumas passagens confusas.

Obs: Título mal traduzido e pouco adequado ao conteúdo.

O homem alado

pn40 [fc]
Autores: A. E. van Vogt e E. Mayne Hull

Original: The winged man – 1966

Editora: Panorama

Colecção: Antecipação

Número: 40

Comentário: Um submarino atómico é transportado para um futuro longínquo para intervir numa guerra entre os homens alados e os homens-peixe. À chegada encontra navios de diferentes épocas e uma situação bastante complexa.
É estranho que uma civilização capaz de viajar no tempo precise da ajuda de um submarino quase da “Idade da Pedra”. Se ignorarmos isso, até resta um livro bastante bom.

O ano do dilúvio

ano diluvio [fc]
Autora: Margaret Atwood

Original: The year of the flood – 2009

Série: Órix e Crex

Editora: Bertrand

Comentário: Uma praga varre a humanidade. Duas sobreviventes contam-nos o antes e o depois do “dilúvio seco”.
Num mundo governado por corporações sem escrúpulos, a história centra-se num grupo religioso, os “Jardineiros”, uma espécie de católicos verdes New Age.
É um mundo a meio caminho entre o actual e os nossos piores pesadelos.
Mais uma grande obra da autora de Crónica de uma serva.

Obs: Livro escrito em português adulterado.

Asas na noite

pn44 [fc]
Autor: Robert Silverberg

Original: Nightwings – 1969 [Nightwings (1968) + Perris Way (1968) + To Jorslem (1969)]

Editora: Panorama

Colecção: Antecipação

Número: 44

Comentário: Soberba descrição de uma sociedade pós-apocalíptica. O final é um tanto “New Age”.

Obs: Prémio Hugo

Exilados da Terra

dh16 [fc]
Autor: Ben Bova

Original: Exiled from Earth – 1971

Editora: Dêagá

Colecção: DH Ciência

Número: 16

Comentário: A Terra está sobrepovoada. Embora a fome e a guerra sejam recordações de um passado distante, no centro das grandes cidades impera a selvajaria. Para impedir a descoberta da “fabricação” de seres humanos perfeitos e manter a estabilidade, o governo mundial decide exilar os melhores geneticistas para uma estação espacial.

A acção é empolgante mas a decisão de sustentar milhares de pessoas e impedi-las de trabalhar não é própria de um governo minimamente racional.

Outras edições: Livros do Brasil * Argonauta # 249