Os visitantes

Autor: Clifford D. Simak

Original: The visitors – 1979

Comentário: Uma das mais peculiares invasões de extraterrestres da história da FC.

O meu livro favorito de Simak.

 

Anúncios

As maravilhas do ano 2000

Autor: Emilio Salgari

Original: Le meraviglie del duemila – 1907

Editora: Romano Torres

Colecção: Salgari

Número: 32

Comentário: Dois homens são “conservados” durante cem anos e acordados no ano 2000. Na sua aventurosa viagem pelo mundo, vão observando os fantásticos progressos tecnológicos realizados.
Previsões a cem anos estão fatalmente condenadas ao insucesso, mas a leitura é interessante e agradável.

Obs: Num aspecto fundamental, a previsão de Salgari saiu acertada. Ainda hoje a conservação de seres humanos é “apenas” ficção científica.
Curiosidade: A viagem termina em Portugal.

Santuário no espaço

Autor: John Brunner

Original: Sanctuary in the sky – 1960

Editora: Rio Gráfica

Colecção: Galáxia

Número: 16

Comentário:
Um planetóide artificial é objecto de cobiça por várias raças. A chegada de um estranho visitante vai perturbar o delicado equilíbrio existente.

Uma trama bem montada e de agradável leitura.

Fragmento

Autor: Warren Fahy

Original: Fragment – 2009

Editora: Porto Editora

Comentário: Numa ilha isolada do Pacífico Sul, a mais de 2000 km do pedaço de terra mais próximo, 500 milhões de anos de isolamento produziram um ecossistema único, incrível e perigoso.

Um livro fantástico, embora um dos desenvolvimentos finais (que não posso referir aqui, para não estragar a surpresa) me pareça um tanto forçado.

Obs: Na sua parte científica, o livro é uma homenagem a Stephen Jay Gould e a uma das suas ideias mais queridas – o carácter contingencial da evolução.
Inclui referências à fauna de Burgess e às trífides.

Exploradores do espaço

Organização: Robert Silverberg

Original: Explorers of space – 1975

Editora: Símbolo

Contos:

  • Grupo de exploração (Exploration team) – Murray Leinster
  • Invasão (Beachhead) – Clifford D. Simak
  • Kyrie (Kyrie) – Poul Anderson
  • Júpiter Cinco (Jupiter Five) – Arthur C. Clarke
  • Expedição de colecta (Collecting team) – Robert Silverberg
  • Cada qual um explorador (Each an explorer) – Isaac Asimov
  • Mais vastos que impérios e mais lento (Vaster than empires and more slow) – Ursula K. Le Guin
  • Que tal lá fora? (What’s it like out there?) – Edmond Hamilton

Comentário: Algumas das melhores histórias sobre a exploração de mundos (planetas) estranhos.
Apenas os contos de Anderson e Guin ficam abaixo da nota máxima.

Abismos da galáxia

Autor: Gardner Fox

Original: The hunter out of time – 1965

Comentário: Um homem do nosso tempo é arrastado para uma viagem pelo futuro.
História muito básica, com inúmeras inconsistências. Em momento algum se sente que aquilo poderia (poderá?) acontecer.

Rumo aos mundos do futuro

Autor: Robert Silverberg

Original: To worlds beyond – 1965

Editora: Edameris

Contos:

  • O velho (The old man)
  • Novos homens para Marte (New men for Mars)
  • Equipes colecionadoras (Collecting team)
  • Duplo desafio (Double dare)
  • O polegar do soberano (The overlord’s thumb)
  • Ozimandias (Ozymandias)
  • Certeza (Certainty)
  • Tino para negócios (Mind for business)
  • Os desajustados (Misfit)

Comentário: Nove fabulosos contos sobre a expansão da humanidade pelo universo.

Obs: Silverberg apresentado por Isaac Asimov

Antologia cósmica

antologia cosmica

Organização: Fausto Cunha

Editora: Francisco Alves

Colecção: Mundos da ficção científica

Número: 22

Contos:

  • Primeiro contacto (First contact) – Murray Leinster
  • Homo Sol (Homo Sol) – Isaac Asimov
  • Missão de salvamento (Rescue party) – Arthur C. Clarke
  • Berom (Berom) – John Berryman
  • Viagem às fronteiras do infinito – Fausto Cunha

 

Comentário: Quatro dos melhores contos alguma vez escritos a respeito do primeiro contacto da humanidade com civilizações extraterrestres. O conto de Fausto Cunha não está ao mesmo nível, mas ficaria bem em qualquer outra colectânea.

Obs: Inclui o script radiofónico de Howard Koch, em adaptação livre do romance A guerra dos mundos de H. G. Wells, e levado ao ar por Orson Welles a 30 de Outubro de 1938.

 

 

Estação dos exilados

Autor: Robert Silverberg

Original: Hawksbill station – 1968

Comentário: Dispondo de uma máquina do tempo com um só sentido, um governo autoritário envia os presos políticos para o passado longínquo (Câmbrico).
A história acompanha a vida da colónia penal e do seu líder, intercaladas com episódios da sua vida anterior.
Uma variante original (e muito bem conseguida) do velho tema das viagens no tempo.